Pneu Best

Carro parado na quarentena? Confira 4 cuidados básicos

Dicas Carro parado na quarentena

Uma das principais orientações para conter a disseminação do novo coronavírus é ficar em casa e praticar o distanciamento social. Nesse novo cenário, seu carro está passando mais tempo parado na garagem?

Quanto mais longo for o período estacionado, maiores são os riscos de danos permanentes na parte elétrica, no motor ou mesmo nos pneus. Você está atento à saúde do seu veículo? Quer saber como evitar que o gasto com reparos pesem no seu bolso? Confira nossas dicas!

1.Dê uma volta com o carro pelo menos uma vez por semana

O ano de fabricação, as condições da bateria, se o carro fica estacionado em um ambiente fechado ou ao ar livre, o clima local. Todos esses fatores precisam ser analisados para determinar o número de vezes ideal para rodar com o carro. 

Um modelo mais antigo, estacionado ao ar livre e em um clima frio sofrerá um processo de descarga de bateria muito mais acelerado do que um carro novo, mantido em local fechado, com uma temperatura mais elevada.

A bateria descarrega com o tempo e dirigir é a melhor forma de recarregá-la. A recomendação dos especialistas é rodar com o carro pelo menos uma vez por semana, de 10 a 20 minutos.

Dirigir o veículo regularmente não mantém apenas a bateria carregada, também ajuda a evitar danos no motor. Se ficar parado por muito tempo, o óleo começa a assentar, os líquidos começam a se separar e as vedações podem começar a secar.

Uma volta semanal mantém a circulação dos fluidos, garantindo que itens como freios, por exemplo, permaneçam bem lubrificados, evitando danos ao veículo.

2. Evite o pneu quadrado

Carro parado, na mesma posição por muitos dias, pode conferir uma nova forma aos pneus. Isso acontece porque os pneus do carro são formados por borracha e internamente há uma cinta de metal que garante a resistência, mantendo-o com as dimensões corretas. 

Com o tempo a borracha deforma e os pneus perdem a pressão. A combinação entre muito tempo parado e murcho resulta em um aspecto quadrado quando o carro for colocado em movimento novamente.

Para evitar que o item adquira essa forma, a primeira orientação é mudar a posição do carro a cada dez dias para que a estrutura do pneu não seja afetada.

Outra recomendação dos especialistas é que, para tentar contornar a perda da pressão dos longos períodos parado, os pneus sejam calibrados com a capacidade máxima permitida pelo fabricante. 

Essa informação pode ser encontrada facilmente no manual do proprietário, dobradiça das portas, adesivos na tampa do porta-luvas.

3. Evite manter o carro estacionado na grama

O estacionamento prolongado em superfícies permeáveis como a grama pode favorecer o aparecimento da ferrugem. 

Estacionar debaixo da sombra natural das árvores também não é uma boa ideia, já que os dejetos de pássaros, pe­­daços de frutas, secreções da própria árvore e insetos podem causar danos permanentes, como arranhões e manchas na pintura.

Se optar por colocar uma capa protetora, certifique-se de que o carro esteja bem limpo, já que a sujeira, ao ser esfregada, pode desgastar a tinta ao longo do tempo. 

O algodão macio é o material mais indicado, elementos como o plástico, por exemplo, podem arranhar a lataria. Certifique-se ainda que o item tenha o tamanho certo do seu carro: se for muito apertado a chance de riscos são potencializadas.

4. Atenção ao prazo de validade da gasolina

Sabia que a gasolina também tem um prazo de validade? A partir de um mês o componente começa a perder as principais qualidades, criando impurezas que acabam por sujar e entupir o filtro de combustível. 

Danos na bóia de combustível e nos bicos injetores do motor são problemas recorrentes deste processo.

A recomendação é não completar o tanque, abastecendo em quantidade suficiente para rodar por uma semana ou 15 dias.

Se o carro for permanecer parado por mais de 30 dias, o ideal é esvaziar o tanque, ou então optar pela gasolina aditivada, que tem maior durabilidade. 

Quais dessas medidas você já está tomando? Não deixe de comentar!