Pneu Best

Gasolina aditivada ou comum: tome a decisão certa ao encher o tanque para a viagem de férias

Curiosidades gasolina aditivada ou comum

Suas férias best já estão programadas e você já deu uma conferida no nosso artigo “Economizar combustível: faça a gasolina render mais na viagem de férias”? 

Então chegou a hora de aprofundarmos a nossa conversa para ajudar você a decidir se é melhor encher o tanque com gasolina aditivada ou comum.

Acredite: a diferença entre os dois tipos de combustível vai muito além de alguns centavos na bomba e realmente influencia no bom funcionamento de diversos componentes do veículo. 

Vem descobrir tudo o que é importante sobre gasolina aditivada e comum e porque esse assunto também deve fazer parte do seu roteiro!

Gasolina aditivada ou comum: qual é a diferença?

A história de toda a gasolina começa a ser escrita com o petróleo. É do processo de destilação fracionada desta matéria-prima que o combustível é obtido, sendo a gasolina um dos resultados dessa separação.

Também é nesse processo que o termo “octanagem” entra na roda. Ele vem para indicar a qualidade dos combustíveis.

Resumidamente, quanto maior a octanagem maior será a capacidade que o combustível tem de ser comprimido na câmara de combustão, sem que ocorra a destruição do motor sob altas temperaturas.

Conforme determinação da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), tanto a gasolina aditivada quanto a comum devem ter octanagem mínima de 87.

De acordo com os processos de fabricação, valores maiores de octanagem podem ser obtidos e isso vai influenciar diretamente no funcionamento do propulsor.

Outro ponto que une a gasolina aditivada e a comum é a adição de etanol, obrigatória em ambos os tipos. 

No caso da gasolina comum a adição de etanol anidro (sem água) é de 27%. Acontece que, depois desse processo, a gasolina comum não recebe nenhum outro aditivo e por isso sua coloração é amarelada.

A gasolina aditivada, por outro lado, conta com a adição de substâncias chamadas de dispersantes e detergentes ao álcool anidro. É nesses componentes que a conversa sobre a limpeza do interior do motor começa.

a gasolina aditivada faz a limpeza do motor do carro

É que, ao queimarem junto com o combustível, esses aditivos dissolvem possíveis resíduos, como formações de carvão em válvulas e câmaras de combustão.

Na prática, essa limpeza contribui para o bom funcionamento do motor e de outras peças como velas, sistema de injeção e até mesmo do acelerador. 

Por outro lado, dizer que a gasolina aditivada aumenta a potência do veículo ou que rende mais do que a comum é mito.

E os combustíveis premium?

Lembra da nossa conversa sobre octanagem? É nesse ponto que os combustíveis chamados de premium embarcam.

Caracterizados por uma octanagem mínima de 97 unidades e já aditivados, eles são indicados para os veículos com motores tecnicamente mais potentes, que foram desenvolvidos para funcionarem com eles.

Ao abastecer com uma gasolina premium você não terá mais potência no motor ou melhor desempenho no automóvel. Sua principal vantagem será justamente extrair o melhor do propulsor.

Viagem de férias: gasolina aditivada ou comum?

Há quanto tempo você abastece o veículo só com gasolina aditivada ou comum? Pensar nisso é fundamental tanto antes de encher o tanque para a viagem de férias quanto para rodar pela cidade. 

A explicação é que a mudança do tipo de combustível deve ser gradual: o veículo também precisa de um tempo para se acostumar e não apresentar nenhum dano.

Se optar por fazer a alteração, a indicação dos especialistas é para que, durante as primeiras semanas, você abasteça com uma mistura entre gasolina comum e aditivada. 

Passado esse período de adaptação, é possível encher o tanque com apenas uma das duas.

Muito além da viagem de férias, nossa resposta para você decidir o combustível ideal é baseada na orientação da ANP.

A Agência indica que em centros maiores, com mais trânsito e tráfego lento de veículos, o ideal é optar pela gasolina aditivada. É que a limpeza regular do motor vai evitar problemas a médio e longo prazo de todas as partes do motor que têm contato direto com o combustível.

Já no caso de deslocamento em estradas, como em viagens, a ANP recomenda o abastecimento com gasolina comum, já que os veículos conseguem atingir velocidades maiores e fazer menos paradas.

A indicação de encher o tanque com gasolina aditivada uma vez, depois de encher quatro vezes com comum também é válida.

A decisão de abastecer apenas com gasolina comum e investir em aditivos também faz sentido.

Agora que já tomou a decisão sobre o tipo de combustível mais adequado para a sua viagem de férias, não esqueça de avaliar os pneus!

Se, para serem best suas férias pedem pneus novos, o site da PneuBest é a melhor parada!