Pneu Best

Quais são os riscos de calibrar os pneus incorretamente?

Dicas calibrar os pneus incorretamente

Checar a pressão dos pneus semanalmente (ou no máximo a cada 15 dias) e mantê-los com a libras recomendadas pelo fabricante. Antes de fazer a calibragem, não rodar com o carro por mais do que 3 km, pois o ideal é que os pneus estejam frios. Não esquecer de calibrar o estepe.

Você já sabe que essas são algumas das práticas recomendadas quando o assunto é a calibragem dos pneus. Mas, já parou para pensar no que acontece se não segui-las?

Diminuir a vida útil dos pneus e aumentar o consumo de combustível são alguns dos resultados mais conhecidos dessa conta. Só que ainda há muito mais.

Que tal aproveitar a leitura desse artigo para descobrir os riscos de calibrar os pneus incorretamente?

Risco de acidentes potencializado

Quando estiver diante do calibrador lembre-se de que não é qualquer número que serve. É que o indicativo das libras varia de um veículo para outro e essa é uma informação presente no manual do proprietário.

Por outro lado, se já faz algum tempo que você não estaciona o seu carro diante do aparelho, provavelmente está rodando com os pneus murchos.

Um pneu murcho significa o aumento da área de contato com o solo. Em dias de chuva, um pneu com essas características vai empurrar a água para frente, fazendo com que o acúmulo seja maior nessa região. Essa é a condição perfeita para a aquaplanagem

Com pressão baixa, os pneus também ficam mais sensíveis a danos na lateral por impacto, como queda em buracos e choques contra o meio fio, por exemplo.

Mas, nem só de pneus murchos são feitos os riscos para acidentes. Com libras em excesso, o veículo tende a quicar mais. Isso traz instabilidade ao eixo traseiro e facilita a perda do controle da direção.

Detalonamento

Quando o pneu sai da roda e o veículo está em movimento. Este é o significado de detalonamento e é mais um risco que os pneus com menos libras do que realmente precisam estão expostos.

De acordo com especialistas, no entanto, essa é uma situação que, além de pneus murchos, também depende de outros fatores como muito peso no veículo e a trafegabilidade por um trecho sinuoso.

Perda da estabilidade e da capacidade de frenagem

A perda da estabilidade e da capacidade de frenagem são duas condições favorecidas pela calibragem dos pneus com libras em excesso.

Ao contrário do que acontece com os pneus murchos, aqui a área de contato do pneu com o solo diminui, dificultando a vida do motorista na hora de retomar o controle do veículo.

Suspensão e freios fora de alinhamento

Ao calibrar os pneus incorretamente toda mecânica do carro sofre as consequências. Com pneus murchos, por exemplo, exige-se muito mais da suspensão e dos freios, que passam a trabalhar fora de alinhamento.

Trabalhando de forma forçada, as peças também tendem a durar menos e a quebrar com mais facilidade. Aliás, essa é mais uma condição capaz de potencializar o risco de acidentes.

Mais poluição

Não é só a conta do posto de gasolina que aumenta. Calibrar os pneus incorretamente também coloca o motorista em dívida com o planeta.

É que quanto maior o gasto de combustível, mais dióxido de carbono é lançado na atmosfera e isso contribui para o aumento dos níveis de poluição.

Aliás, o transporte terrestre representa cerca de um quinto das emissões de dióxido de carbono, provenientes da combustão de combustíveis fósseis, principais responsáveis pelo aquecimento global que dá origem a alterações climáticas.

Viu como os danos de não calibrar os pneus corretamente podem ser muito grandes? Já que essa é uma ação que não custa nada, transforme-a em hábito. Isso vai contribuir para  um trânsito mais seguro, para sua economia e ainda vai ajudar o planeta. 

Agora, se a calibragem já não é mais suficiente porque o que seu carro precisa mesmo é que os pneus sejam trocados, chegou a hora de visitar a nossa loja online e fazer a melhor compra.